sexta-feira, 13 de março de 2009

A falta dele é a minha maior dor...


Ela sentou e esperou que eu sentasse, não sabia por que, mas ela parecia muito séria. O assunto que viria à tona deveria ser muito sério mesmo, ao ponto dela ficar com aquela cara e me chamar daquele jeito na aula de História. Após sentar-me, olhei pra ela.

- O que aconteceu, Caroline?

Olhei meio sem graça, mas ela continuava com a mesma expressão de antes e logo em seguida me respondeu de maneira fria.

- Esqueceu do mundo, ou só ta assim pra quê todo mundo corra atrás de você?

Olhei pra ela meio assustada, não sabia do que se tratava, mas mesmo assim, fiquei meio surpresa por ela falar aquilo.
- Como assim Caa?

- Não me chama mais de Caa, pra você é Caroline e nada mais, só me chame quando for um assunto muito sério.

Fiquei pasma com o que acabara de ouvir da boca daquela pessoa que eu intitulava ser minha melhor amiga, por mais difícil que fosse, era difícil de acreditar que ela estava daquele jeito, eu nunca vira assim. Mesmo que eu tentasse entender, não sabia o que estava acontecendo, tentei me controlar, respirar fundo e olhar nos olhos dela, perguntar novamente o que estava acontecendo.

- O que eu fiz pra você ficar assim? Me diz, por favor...

Ela apenas virou-se pra mim com aquele olhar frio e deixou que algumas palavras, quase sussurradas, fosse saindo devagar, e ao mesmo tempo em que as palavras saiam, ela abaixava a cabeça sem olhar pra mim novamente.

- Garota, você esqueceu que você ainda está vivendo? Você percebe que apesar de tudo tem um mundo aqui fora? Tem gente que te ama e não agüenta mais vê-la assim? Você percebe tudo isso, ou só está brincando de viver?

- Caa, pode me dizer o que ta acontecendo?

Olhei pra ela com lágrimas aos olhos, não sabia o que estava acontecendo, eu sei que me prendi num mundo de ‘fantasias’ e por mais que negasse, eu passei a acreditar somente naquilo. Eu larguei tudo o que eu conquistei em toda a minha vida, todos os meus amigos, meus momentos felizes, por esse mundo que eu mesma criei.

Ela levantou a cabeça e com os olhos cheios d’água me olhou, deu um impulso pra frente e me abraçou fortemente, começou a chorar no meu ombro mesmo, eu apenas a abracei e assustada deixei que ela abafasse seu choro em meu ombro. Naquela hora, parecia que não havia ninguém a nossa volta, mas como estávamos no colégio, havia muitas pessoas. Ela finalmente afastou-se de mim e falou enquanto enxugava as lágrimas que insistiam em cair.

- Talita, para de fingir que você está bem, não ta nada bem, e você sabe disso... Desde que ele se foi, você ta assim, fugindo da galera, fingindo que está bem e que não está acontecendo nada, nada demais. Que é só um momento difícil e que logo vai passar...

Foi quando a ficha caiu, as lágrimas que estavam em meus olhos, começaram a cair aos poucos, e mesmo que eu lutasse contra elas, não conseguia fazê-las parar. A tal da Caroline, aquela que eu sempre considerei minha amiga, abriu meus olhos, fez com que eu enxergasse tudo o que estava acontecendo a minha volta...

- Eu sei Caa, mas não poso evitar minha tristeza, o mal que tudo isso me fez, a ausência dele ainda me faz falta e me trás as melhores lembranças, mas por mais que seja ruim lembrar, é, eu amo ele, e sempre vou amar...

Ela se aproximou de mim de novo, e me abraçou o mais forte que podia, fiquei ali chorando junto à ela, chorando... De alguma maneira, eu sabia que ele sempre estaria comigo, dentro do meu coração, e pra sempre. Olhei pra ela com um pequeno sorriso em meio às lágrimas.

- Caa, obrigada por abrir meus olhos, por ser assim. E por sempre, estar do meu lado e me ajudar. Obrigada mesmo, melhor amiga. ‹3

Sim, ela me fez lembrar o acidente que quase resultou na minha morte, e que resultou na morte dele, o meu namorado, o meu eterno e único namorado. Mas me tirou do mundo que eu achava ser o ‘mundo real’ me tirou daquela melancolia com apenas uma conversa, me ajudou a me fortalecer novamente. Eu sei que deveria ter esquecido, já se passaram meses, mas apesar disso, sempre lembrarei dele, porque eu jurei o meu amor só pra ele e vai ser sempre assim.

6 comentários:

Caroline disse...

Fui a primeira a ler, e eu to no post rere morram ♥

Talita. ;) disse...

AUSHAUSHAUHS Sim, foi a primeira. E não, não morram galere (R)

Rayssa disse...

que lindo cara *-* /pseuquaseinfartei'-' rayssa here

Honeyshop disse...

• muito fodaa *-* '
Parabéns Tata :D
/profundoo <3
{Honeyshop}

Talita. ;) disse...

Eu tbm achei Rá *-*' /Eusei q

Talita. ;) disse...

Valeu Tatty *-*'

Postar um comentário